O que de mais importante ainda temos dentro de nós é o Amor, sem ele seriamos pessoas frias, calculistas e limitadas a sentimentos que não se afaga o coração. É assim que certas pessoas viveram por tanto tempo, sem se preocupar com o sentimento dos outros e sem se tocar que poderia existir um sentimento melhor dentro do peito. Viveu por muito tempo sem acreditar no que era perfeito e bom.. Teve uma inacreditável oportunidade de experimentar o bom da vida, parece que existem pessoas que surgem na vida de outras para ser mais do que este Amor que todos falam e que eu me ousei a citar agora pouco, parecem que foram vidas tocadas em outras vidas, parecem que são seres que foram destinados a aquele momento, eu creio, mesmo que desconfiada, em destinos, pelo visto são eles que colocam pontes e estradas em nossas vidas e fazem de nós seus jogos de tabuleiro. Tento me focar no que eu queria dizer de começo, mas me perdi um pouco no objetivo do texto, foco no sentimento estranho que dois corpos vivem em um lugar tão estranho como este, tento dizer que essa conexão esquisita entre dois corações completamente diferentes é por algum motivo, não é à toa, não tem como ser à toa.. Não acredito que coisas tão bonitas de pessoas tão perfeitas acabem assim de uma hora para outra, creio nessas pessoas perfeitas, acredito nelas, e vejo-as.. Essas almas são completas.. se completam..

Aquele mesmo lanche da Subway, aquele mesmo recheio, aqueles mesmos condimentos, não vai mudar, aquela mesma mesa para 4 pessoas estará lá.. vai estar tudo no seu lugar, daquele mesmo jeito, pelo visto, vazias..